LabCCB cria sistema de tratamento para resíduos

Em 2019, o LabCCB obteve, junto às policias Federal e Civil, a licença para aquisição de reagente químicos. A licença foi concedida em agosto , enquadrando o CCB nas novas legislações brasileiras, de acordo com a Portaria nº 240, que estabelece procedimentos para o controle e a fiscalização de produtos químicos e define quais estão sujeitos a controle pela  própria Polícia Federal.

Sendo assim,  um trabalho conjunto entre a equipe do LabCCB, foi criado um novo sistema interno de tratamento de resíduos, através do armazenamento e neutralização em bombonas localizadas no laboratório.

De acordo com técnico do LabCCB, Marcos Murilo Christofoletti, as bombonas possuem um sistema de cor, das quais também estão destacadas com etiquetas nos equipamentos do laboratório. “Alguns reagentes não podem ser misturados, então cada bombona é especificada de quais devem ser descartados. Esse descarte consciente, portanto, é realizado a cada três meses aproximadamente, quando as mesas enchem”, falou Marcos explicando a importância desse sistema. “O objetivo principal é não impactar o meio ambiente, assim ficamos também, adequados à Policia Federal e à CETESB”, disse.

As bombonas e os equipamentos estão divididos em cores que se destacam, possuem rodinhas e torneiras. “É uma forma que encontramos para facilitar a rotina dos técnicos, pois, diariamente, eles retiram as soluções com diferentes reagentes e do Becker, eles já sabem qual bombona irão descartar”, finalizou.