Revestimentos cerâmicos certificados são a segurança para a empresa e para o consumidor

Os revestimentos cerâmicos estão entre os materiais mais usados na construção civil com diversas possibilidades de aplicação, alta durabilidade e variedade de designs, sejam comerciais ou residenciais.

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e
 Congêneres (Anfacer), a alta resistência, o desempenho, a beleza e diversidade de estilos, preços para todos os bolsos, a versatilidade (para qualquer ambiente), a fácil limpeza e colocação, não propagação de chamas, a disponibilidade, entre outras, são as inúmeras vantagens de optar pela instalação da cerâmica para revestimento.

Mas o consumidor, muitas vezes, busca o bonito e não se preocupa ou não entende que um produto de qualidade certificado fará a diferença na sua escolha.

De acordo com o gerente de Qualidade do Centro Cerâmico Brasil (CCB), Marcelo Dias Caridade, o produto certificado 
indica que normas ou regulamentos desenvolvidos para aquela categoria de produto foram observados na sua concepção, fabricação e colocação no mercado. “Esta sistemática significa que o produto adquirido passa por uma rigorosa avaliação do processo de fabricação e do produto acabado com o objetivo de atender às normas técnicas do produto. Desta forma, aumenta a satisfação e segurança do cliente”, disse.

A responsabilidade pela qualidade técnica do produto, no entanto, é da empresa, independente ou não do produto certificado. “No caso desse produtos certificado, o consumidor recebe um produto avaliado periodicamente por um organismo independente que acompanha, por meio de amostragens e auditorias e a qualidade das placas cerâmicas. E caso ocorram não conformidades, o CCB avalia todas as tratativas das empresas para a correção”, disse Caridade.

 Para o consumidor identificar se está comprando um produto certificado, o principal indicativo é o Selo de Conformidade ou  Selo de Segurança aposto na embalagem ou no próprio produto. Este selo indica que o consumidor receberá um atendimento em caso de reclamação da empresa, do CCB ou da ouvidoria do próprio Inmetro. “O Certificado do Produto também é um mecanismo de identificação. O consumidor pode consultar o site http://www.inmetro.gov.br/prodcert/produtos/busca.asp para verificar a validade do Certificado”, disse o gerente do CCB.

 Quanto à obrigatoriedade

Ainda de acordo com Caridade, os produtos relacionados à saúde e segurança dos consumidores e a proteção do meio ambiente têm certificação compulsória. Já, a certificação voluntária, é destinada aos produtos de construção civil, por exemplo. Vale destacar que o mesmo rigor da certificação obrigatória é aplicado aos produtos com certificação voluntária.

 No site do Inmetro ou do CCB o consumidor também pode encontrar a lista de produtos certificados.

O Brasil dispõe, no âmbito do Sistema Brasileiro de Certificação, a infra-estrutura necessária à certificação desse produto, ou seja, a Cgcre do Inmetro credenciou vários laboratórios e um Organismo de Certificação, o Centro Cerâmico do Brasil (CCB), para certificar os produtos que estão conformes à normas brasileiras para revestimentos cerâmicos.

Caridade explica ainda que a certificação de produtos ou sistemas de gestão é, por definição, realizada por terceira parte, isto é, por uma organização independente, acreditada pelo Inmetro, para executar a avaliação da conformidade de um ou mais destes objetos. Ao acreditar um organismo de certificação, o Inmetro o reconhece competente para avaliar um objeto, com base em regras preestabelecidas, na maior parte das vezes, pelo próprio Inmetro”, falou.

O Inmetro, na condição de entidade neutra de governo,  atua com isenção, transparência e imparcialidade, agregando confiança e credibilidade aos produtos com conformidade avaliada, ou seja, que ostentam o seu selo.

Sendo assim, a escolha de revestimentos cerâmicos certificados vão evitar dores de cabeça de curto a longo prazo,  trazendo credibilidade e segurança para a sua casa.

Saiba mais sobre a certificação do CCB e fique atento na escolha de produtos para a sua obra: http://ccb.org.br/.