CCB realizará a primeira Semana Interna de Prevenção de Acidentes

 

Com o tema Qualidade de Vida, o CCB, por meio da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) realizará, dos dias 12 a 14 de dezembro, na própria sede, o primeiro Sipat, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes.

O objetivo desse evento, que terá como público-alvo os funcionários do CCB, é trazer palestras que alertem os colaboradores a respeito desse tema não só no trabalho como fora dele.

De acordo com as representantes da  Cipa, Lívia Servidoni e Fernanda Castelo, por legislação, o evento deve obrigatoriamente fazer parte do calendário da Cipa, para que alguns temas sejam trabalhados anualmente com os colaboradores. “Um dos assuntos obrigatórios é a Aids e as DSTs e, além das palestras, teremos dinâmicas e sorteios de brindes”, disse Fernanda.

No primeiro dia do evento, na terça-feira (12/12), às 15h30, acontecerá a palestra“Aids e Doenças Sexualmente Transmissíveis”. Na quarta-feira (13/12), às 15h30, sobre “Qualidade de Vida” e, para encerrar o evento na quinta-feira, o tema da palestra será “Orientações Gerais de Postura – Ginástica Laboral”, às 11 horas e de tarde, das 14 horas às 16 horas, haverá  uma balança multifuncional para conferir peso, altura, IMC e pressão arterial.

Equipe de Certificação participa de treinamento de Placas Cerâmicas

Dando continuidade ao treinamento sobre “Processo Produtivo das Placas Cerâmicas”, a equipe da Certificação participou, na última sexta-feira (01/12), da atividade prática dentro do laboratório de Moagem do CCB.

Ministrado pelo gerente da Certificação, Marcelo Dias Caridade, o objetivo desse treinamento é fortalecer ainda mais o conhecimento da equipe!

 

Superintendente do CCB ministra palestra na 27ª Reunião da ISO TC/189 na China

De 3 a 6 de dezembro aconteceu na China a 27ª Reunião da ISO TC/189 e a superintendente do CCB, Ana Paula Menegazzo, fez parte da delegação apresentando sobre a norma brasileira de porcelanato (ABNT NBR 15463), no segundo dia.

“Expliquei os pontos principais que diferenciam a NBR 15463 da ISO 13006, ressaltando os pontos mais avançados e modernos da norma brasileira”, falou Ana Paula.

A 26ª Reunião da ISO TC/189 aconteceu em junho no Canadá e Ana Paula apresentou sobre os resultados da nova metodologia de ensaios com braço a laser para a medição das características geométricas de placas cerâmicas em grandes formatos, que foram realizados pelo CCB, em parceria com as empresas Hexágon e Faro.

 

Comissão de Estudos da ABNT sobre Revestimentos em Placas Cerâmicas se reúne mais uma vez em São Paulo

A Comissão de Estudo de Projeto e Execução de Revestimentos em Placas Cerâmicas (CE-002:109.010), em que o CCB faz parte, foi criada pela ABNT, como único Foro Nacional de Normalização, mediante a demanda de normalização no campo de Procedimento e Execução de Placas Cerâmicas, cujo objetivo é discutir e estabelecer, por consenso, regras, diretrizes ou características para o referido assunto.

Na última quinta-feira (30), aconteceu em São Paulo, no Sindicato das Construtoras de São Paulo (Sinduscon/SP), mais uma reunião da Comissão de estudos da ABNT sobre “Projeto e Execução de Revestimentos em Placas Cerâmicas”.

Nesta reunião foi discutido o preparo da argamassa colante e iniciou a discussão sobre o assentamento das placas cerâmicas. Com relação ao assentamento das placas cerâmicas, houve uma discussão sobre dupla colagem e preenchimento de tardoz e a relação entre estas e as demais variáveis necessárias para garantir o desempenho do revestimento cerâmico. Entre estas variáveis, foram elencadas, inicialmente, as seguintes:

  • Avaliação das tensões de cisalhamento ocasionadas pela EPU das placas cerâmicas, retração da base e da argamassa colante, variações e dilatações térmica e movimentações estruturais;
  • Avaliação da flexibilidade ou módulo de deformação;
  • Avaliação das juntas para alívio das tensões;
  • Durabilidade (vida útil) do sistema.

Inicialmente, foi proposto a realização de ensaios para avaliar a influência do tipo de colagem (dupla e simples), do preenchimento do tardoz, do tipo de argamassa colante e de placa cerâmica na resistência ao cisalhamento.

 

Mais de 80% do mercado brasileiro de placas cerâmicas é certificado pelo CCB

Porcentagem marca o mês de comemoração da Qualidade

 No dia 9 de novembro foi comemorado o Dia Mundial da Qualidade, data criada pela Organização das Nações Unidas, a ONU, com o objetivo de promover a conscientização mundial do papel que a qualidade tem para o crescimento e a prosperidade organizacional e nacional de um país.

Nesse sentido, o CCB foi o primeiro Organismo Certificador da Qualidade de produtos cerâmicos e exerce hoje um papel fundamental no desenvolvimento tecnológico e da qualidade dos produtos da indústria cerâmica brasileira, através do LabCCB, que desenvolve os controles tecnológicos para os produtos por meio de caracterização física dos materiais e da Certificação, que atua fortemente na avaliação do sistema de gestão da qualidade  e dos processos produtivos como mecanismo de garantia do produto dentro das normas técnicas.

Atuando também como Centro de Inovação Tecnológica , o CITEC/CCB coordena hoje duas comissões técnicas da ABNT CE – 179 que abordam a revisão das normas técnicas de placas e telhas cerâmicas.

Segundo reforça o gerente de Certificação do CCB, Marcelo Dias Caridade, no setor da construção civil existem novas tecnologias de construção acompanhadas pela inovação dos materiais. “Os serviços desenvolvidos pelo CCB contribuem para a melhoria do desempenho dos produtos frente aos concorrentes e o nosso diferencial está na contribuição da Qualidade, através do Selo de Conformidade ou Selo de Segurança, que são atrelados aos programas de Certificação da Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro”. O Selo, no entanto, é uma garantia que o produto atende as normas técnicas brasileiras o que significa a segurança para o consumidor, empresa e lojas de materiais para construção.

Nesse ínterim, para a exportação, canal de venda em expansão atualmente, é quase obrigatório a Certificação de Produto por um organismo independente.

“Mais de 80 por cento do mercado brasileiro de placas cerâmicas é certificado pelo CCB demonstrando que o Selo de Qualidade é amplamente aceito pelo segmento da construção civil “, finalizou Caridade.