CCB avança no mercado internacional para exportação de produtos

Dentre as principais atuações internacionais do CCB está a recente parceria com a certificadora espanhola, o TCNA dos Estados Unidos e a Arábia Saudita

 Há mais de 20 anos trazendo qualidade ao setor da construção civil por todo o país, o Centro Cerâmico do Brasil (CCB) cresceu, ampliou o seu escopo de atuação e agora tem trabalhado também para alavancar o setor cerâmico na exportação de seus produtos.

Dentre as principais atuações internacionais do CCB está a recente parceria com a certificadora espanhola Aenor (Asociación Española de Normalización y Certificación) para execução das amostragens e ensaios conforme norma ISO 10545. Neste contexto, o CCB realizou a extensão de escopo de acreditação junto ao Inmetro para os ensaios:  ISO 10545-2, Ceramic tiles — Part 2: Determinação das dimensões e qualidade superficial; ISO 10545-3, Ceramic tiles — Part 3: Determinação da absorção de água, porosidade aparente, densidade relativa aparente e densidade aparente; ISO 10545-4, Ceramic tiles — Part 4: Determinação da carga de ruptura e módulo de resistência à flexão;  ISO 10545-6, Ceramic tiles — Part 6: Determinação da resistência à abrasão profunda para placas não esmaltadas; ISO 10545-7, Ceramic tiles — Part 7: Determinação da resistência à abrasão superficial de placas esmaltadas;  ISO 10545-8, Ceramic tiles — Part 8: Determinação da expansão térmica linear;  ISO 10545-10, Ceramic tiles — Part 10: Determinação da expansão por umidade;  ISO 10545-11, Ceramic tiles — Part 11: Determinação da resistência ao gretamento para placas esmaltadas;  ISO 10545-13, Ceramic tiles — Part 13: Determinação da resistência ao ataque químico e  ISO 10545-14, Ceramic tiles — Part 14: Determinação da resistência ao manchamento. “Com esta parceria, já ajudamos várias empresas tanto aqui da região como do sul do país a exportar seus produtos para o Equador”, explicou a superintendente do CCB, Ana Paula Menegazzo.

Apoiando a Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (Anfacer), o CCB está participando de um interlaboratorial do ensaio de absorção de água (ASTM C 373) junto ao laboratório americano TCNA visando realizar a convergência regulatória para o aceite da certificação de porcelanatos pelos Estados Unidos.

Em paralelo, segundo Ana Paula, o CCB está solicitando a extensão de escopo junto ao Inmetro para os ensaios de Absorção Vácuo, Empeno,  Dimensões e Espessura, Retitude dos Lados, Resistência Mecânica, Resistência Química, Abrasão Superficial, Abrasão Profunda, Manchamento e DCOF Test – ANSI A 326.3. “Também fizemos uma parceria com a Anfacer e a Aspacer para adquirir dois equipamentos de extrema importância para a execução dos ensaios conforme a norma americana ASTM: o braço a laser, que terá o objetivo de realizar medidas dimensionais para a medição das características geométricas de placas cerâmicas em grandes formatos, e o BOT 3000E para a realização do DCOF Test “, falou Paula.

O CCB já receberá também os primeiros ensaios para exportação para a Arábia Saudita, que serão realizados conforme a ISO 10545.

LabCCB

CCB oferece novo ensaio de placas cerâmicas para revestimentos

Equipamento de congelamento é indicado para produtos que são destinados a utilização em baixas temperaturas, como em outros países, por exemplo

 Um novo equipamento foi instalado no CCB para oferecer aos clientes mais um ensaio de placas cerâmicas para revestimentos.

O equipamento de congelamento, que simula a exposição do produto a baixas temperaturas e a situações de gelo e degelo podendo atingir temperaturas de -20 graus Celsius a + 20 graus Celsius.

O ensaio será realizado conforme a norma NBR 13.818 – Anexo M ou ISO 10.545 parte 12. “Essas são as configurações padrões da máquina, mas ela aceita modificações permitindo fazer testes diferenciados conforme for a necessidade do cliente e a compatibilidade com ela “, disse o gestor da Qualidade do LabCCB, Fernando das Dores Silva.

Segundo ele, esse ensaio tem sido solicitado em alguns casos para as empresas que exportam para os Estados Unidos e também é indicado para produtos que são destinados a utilização em baixas temperaturas.

O LabCCB possui um amplo e moderno laboratório de ensaios de produtos e sistemas construtivos, com pessoal altamente qualificado, sendo acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro.

Atualmente o LabCCB faz parte da Rede de Desempenho em Edificações Habitacionais, formada pelos mais importantes laboratórios do país que formam uma rede de ICT’s para apoio às empresas na adequação da Norma de Desempenho NBR 15.575/13, por meio do Sistema Brasileiro de Tecnologia (SIBRATEC).

Confira a lista de ensaios oferecidos e realizados pelo CCB: http://www.ccb.org.br/laboratorios

O equipamento de congelamento simula a exposição do produto a baixas temperaturas
Esse ensaio tem sido solicitado em alguns casos para as empresas que exportam para os Estados Unidos

CCB oferecerá novos treinamentos às empresas a partir do próximo mês

O Centro Cerâmico do Brasil (CCB), visando o aprimoramento tecnológico e a evolução crescente da qualidade da indústria cerâmica, elaborou, para os meses de novembro e dezembro, novos treinamentos para auxiliar a capacitação de técnicos e funcionários do setor da indústria da construção civil.

Esses treinamentos serão voltados a gestores da qualidade de empresas certificadas e em processo de certificação; funcionários envolvidos na elaboração e revisão de documentos do sistema de gestão da qualidade, auditores internos que desejam se reciclar com base nas normas pertinentes, alta e média administração e estudantes e interessados no assunto.

O objetivo deles é proporcionar aos participantes o entendimento das ferramentas de gestão da qualidade, entre outros, com uma visão prática, através de uma abordagem essencialmente participativa e com a apresentação de modelos e dicas de aplicação.

Os treinamentos serão oferecidos pelo consultor do CCB, Jeferson Luiz Pinto e ministrados na própria sede o CCB.

O primeiro tema abordado será “Tratamento de Não Conformidades e Ações Corretivas”, a ser realizado no dia 28 de novembro (terça-feira), das 8 horas às 17 horas com uma hora de intervalo para refeição e 15 minutos em cada período . Segundo Jeferson, com base nas auditorias realizadas do segmento cerâmico, tem-se identificado dificuldades das empresas em responder as não conformidades provenientes das auditorias de sistema da qualidade. “Seja interna ou externa, bem como a de produtos”, disse.

Já em dezembro, no dias 12 e 13 (terça-feira e quarta), será proferida a palestra “MASP – Método de Análise e  Solução de Problemas”. “Nesse treinamento, aproveitamos e passamos noções básicas de algumas ferramentas da qualidade como Brainstorming,  Gráfico de  Pareto, Ishikawa, Plano de Ação 5w 2h, etc.”

Serão dois dias de curso nos horários das 8 horas às 17 horas, com uma hora de intervalo/refeição e 15 minutos em cada período.

O valor para cada treinamento por pessoa é R$ 480,00. Mais informações, bem com as inscrições podem ser feitas através do e-mail: ronaldo@ccb.org.br. As vagas são limitadas.

Revestimentos de paredes externas e fachadas com placas cerâmicas serão temas de palestra do CCB no 16º Congresso do Sinduscon-MG

Nos dias 17 e 18 de outubro acontecerá o 16º Congresso do Sinduscon (Minas Gerais) de Materiais, Tecnologia e Sustentabilidade na Construção.

O Congresso é um evento tradicional no setor da construção mineira e objetiva reciclar os profissionais da cadeia produtiva da construção através de apresentações e debates, com foco em inovações tecnológicas, SiAC-PBQP-H, norma de desempenho, construção industrializada, placa cerâmica, meio ambiente, sustentabilidade e produtividade no setor.

No segundo dia, nesta quarta-feira, o engenheiro do CCB Mauricio Resende ministrará a palestra “Revestimentos de paredes externas e fachadas com placas cerâmicas e com utilização de argamassa colante, segundo a NBR 13755”, às 15h50.

O evento acontecerá na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais – FIEMG (Av. do Contorno, 4456 – 4º Andar).

Mais informações sobre o Congresso, bem como as inscrições podem ser vistas NESTE LINK.

CCB é cadastrado como Instituição Técnica de Avaliação pelo Ministério das Cidades

 

O Centro Cerâmico do Brasil (CCB) garantiu mais uma conquista direcionada ao setor cerâmico e foi cadastrado como Instituição Técnica de Avaliação (ITA) junto ao Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H), do Ministério das Cidades.

Hoje no país existem somente 10 ITA’s atuantes. São eles a Egis Engenharia e Consultoria (São Paulo), Concremat (São Paulo); Falcão Bauer (São Paulo); IPT (São Paulo); ITEP (Pernambuco); LACTEC (Paraná); Senai Criciúma; Tecomat (Recife); Tesis (São Paulo) e Unisinos (São Leopoldo/RS). E, agora, o CCB.

A conquista se sucedeu após realização da 28a Reunião Ordinária da Comissão Nacional do Sistema Nacional de Avaliação Técnica de Produtos Inovadores e Sistemas Convencionais (CN-SiNAT), no último dia 14 de setembro, cujo formulário de cadastramento foi apreciado com base em critérios de capacitação técnica, infraestrutura laboratorial, complementada pela visita técnica ao CCB no dia 24 de novembro de 2016.

A superintendente do CCB, Ana Paula Menegazzo, comemorou a conquista afirmando que o cadastro agora permitirá que o CCB avalie o desempenho de sistemas construtivos e produtos, fundamentados nas metodologias, requisitos e critérios da NBR 15575 e das diretrizes do SINAT, elaborando o Relatório de Avaliação Técnica e o Documento de Avaliácão Técnica (Datec). “Isso será muito importante para o setor, caso haja a decisão de estudarmos novos sistemas de assentamento, fachada ventilada, etc ”, ressaltou.

Sobre o Sinat

O Sistema Nacional de Aprovações Técnicas foi concebido dentro do PBQP-H para fim de mobilizar a comunidade técnica nacional para dar suporte à operacionalização de um conjunto de procedimentos reconhecido por toda a cadeia produtiva da construção civil, com o objetivo de avaliar novos produtos utilizados nos processos de construção.

A meta que mobiliza a comunidade técnica é o estímulo à inovação tecnológica, aumentando o leque de alternativas tecnológicas disponíveis para a produção habitacional, sem aumentar, todavia, o risco de insucesso no processo de inovação. Em resumo, busca-se aumentar a competitividade do setor produtivo. (Fonte:Ministério das Cidades)

CCB realiza auditoria de blocos cerâmicos em empresa no Rio do Sul

Na última segunda-feira (25/09), o CCB esteve na Cerâmica Princesa, na cidade Rio do Sul, em Santa Catarina, para acompanhar a amostragem realizada pelo laboratório SENAI Rio do Sul, cujo objetivo é validar os critérios de representatividade das amostras.

Nos dias seguintes, também foram realizadas as auditorias de manutenção na certificação de produtos/ blocos cerâmicos na mesma indústria avaliando a rastreabilidade dos controles do sistema de gestão da qualidade.

“Essas ações reforçam a credibilidade e a transparência do processo de certificação do CCB/INMETRO”, disse o consultor responsável pela auditoria, Anderson Vieira.