CCB implementa programa 5S visando melhorias nos laboratórios

Primeira fase do treinamento aconteceu na última terça-feira, na sede do CCB 

Modificar e aprimorar o ambiente de trabalho pensando também em reduzir o desperdício, os custos e aumentando consequentemente a produtividade, o layout e a facilitação de tarefas, são os principais benefícios da implementação do Programa 5S trazido pelo CCB à sua equipe.

O Programa é uma filosofia utilizada para organizar a empresa baseada em cinco palavras japonesas que, traduzidas, formam os “5 sensos”: Senso de utilização (SEIRI), Senso de organização (SEITON), Senso de limpeza (SEISSO), Senso de higiene (SEIKETSU) e Senso de autodisciplina (SHITSUKE).

De acordo com a encarregada da Qualidade do CCB, Fernanda Castelo, o principal objetivo da implementação do Programa 5S no CCB é modificar o ambiente de trabalho e as atitudes das pessoas. “Assim, além de melhorarmos a qualidade de nossos serviços, também influenciaremos de forma positiva na vida dos colaboradores”, disse Fernanda reforçando que, a princípio, foram planejados três treinamentos a toda a equipe CCB. O primeiro deles, realizado no dia 02 de maio, na própria sede do CCB, foi sobre os conceitos básicos. “Neste primeiro dia de treinamento abordamos os conceitos gerais a respeito do programa 5S , bem como a sua origem, os objetivos e um pouco sobre cada senso. Através de dinâmicas os colaboradores puderam interagir e compreender o programa”, disse.

Também foi abordado, neste dia, o cronograma de implementação previsto para o CCB e ao final foi feita a premiação do laboratório destaque mês, que foi o de Argamassa.

Como funcionará 

A primeira fase do programa engloba os Laboratórios. Na segunda fase, a equipe de Certificação e, na terceira fase de implementação, serão abrangidas todas as áreas do CCB.

“A princípio os laboratórios estão sendo avaliados uma vez na semana nos quesitos utilização, organização e limpeza (que são os três primeiros sensos). Dessa forma, ao final de cada mês, será eleito e premiado um laboratório em destaque”, falou.

Os gestores, no entanto, definiram os responsáveis por cada laboratório. “Assim espera-se que ao longo das semanas os conceitos aprendidos no primeiro treinamento sejam aplicados e que ao final do programa todas as áreas do CCB estejam participando das avaliações e premiações”, ressaltou Fernanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *