CCB fecha o ano com significativos avanços no setor da construção

CCB fecha o ano com significativos avanços no setor da construção

Há quase 25 anos atuando como uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos e reunindo empresas associadas do setor cerâmico brasileiro, o CCB, junto aos seus clientes e parceiros, vem crescendo a cada ano e disseminando a sua importância no setor.

Em 2017, o CCB garantiu uma importante conquista direcionada ao setor cerâmico e foi cadastrado como Instituição Técnica de Avaliação (ITA) junto ao Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H), do Ministério das Cidades. Esse importante cadastro agora permitirá que o CCB avalie o desempenho de sistemas construtivos e produtos, fundamentados nas metodologias, requisitos e critérios da NBR 15575 e das diretrizes do SINAT, elaborando o Relatório de Avaliação Técnica e o Documento de Avaliação Técnica (Datec).

Neste ano também, entrou em votação para Consulta Nacional o texto de revisão das normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) de Placas Cerâmicas para Revestimento. O setor adotará na íntegra as normas de métodos de ensaios internacionais, as quais passarão a ser identificadas como ABNT NBR ISO 10545 (Partes 1 a 16). Estas normas foram revisadas pela Comissão de Estudos de Placas Cerâmicas para Revestimento (CE-189:000.001), coordenadas pela superintendente do CCB, Ana Paula Menegazzo.

Como único Foro Nacional de Normalização, a ABNT também criou a Comissão de Estudo de Projeto e Execução de Revestimentos em Placas Cerâmicas (CE-002:109.010). O objetivo dessa Comissão, em que o CCB também está participando, é discutir e estabelecer, por consenso, regras, diretrizes ou características para o referido assunto.

O CCB também assinou, junto a Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (Anfacer), e a Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (Aspacer), um convênio para dar início aos trabalhos da parte 2 das pesquisas sobre destacamento de revestimento cerâmico. Essa parte do trabalho estudará a interface de argamassa colante para revestimento.

No início do ano, o CCB deu início aos estudos da ISO/TC 189 referente aos resultados da nova metodologia de ensaios com braço a laser para a medição das características geométricas de placas cerâmicas em grandes formatos, que foram realizados em parceria com as empresas Hexágon e Faro. O CCB, mais uma vez, buscou inovar seus métodos de ensaio para estar em conformidade com as tecnologias mais atualizadas e demandas do setor de revestimentos cerâmicos.

Ainda no início do ano, CCB recebeu a equipe de avaliadores do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para a realização da auditoria anual e, como resultado final, a equipe avaliadora indicou a manutenção da acreditação como Organismo OCP e OCS e não foi registrada nenhuma não conformidade.

 CCB internacional

Além da parceria com a certificadora espanhola Aenor (Asociación Española de Normalización y Certificación) para execução das amostragens e ensaios conforme norma ISO 10545, realizada em 2016, o CCB, apoiando a Anfacer, está participando de um interlaboratorial do ensaio de absorção de água (ASTM C 373) junto ao laboratório americano TCNA visando realizar a convergência regulatória para o aceite da certificação de porcelanatos pelos Estados Unidos.

O CCB receberá também os primeiros ensaios para exportação para a Arábia Saudita, que serão realizados conforme a ISO 10545.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *